PF fecha três rádios piratas na zona oeste do Rio

Covid-19: Anvisa prorroga regras especiais para medicamentos e vacinas
julho 7, 2021
Saúde lança nova campanha de vacinação contra a covid-19
julho 7, 2021


Em ação conjunta com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), a Polícia Federal (PF) fechou hoje (7) três rádios piratas que operavam na zona oeste do Rio de Janeiro. O sinal das rádios estava interferindo na comunicação aeronáutica entre a torre de controle e as aeronaves.

 

Na primeira rádio interditada, no bairro de Bangu, o proprietário foi conduzido à PF e os equipamentos foram apreendidos. Nas emissoras instaladas nos bairros de Guaratiba e Campo Grande foram apreendidos equipamentos e identificados os responsáveis, que não estavam no local na hora da apreensão.

Após a operação, que resultou no encerramento das atividades clandestinas, o proprietário da emissora em Bangu foi conduzido à Superintendência Regional da Polícia Federal, na Praça Mauá, onde foi autuado em flagrante. Os outros dois proprietários estão foragidos.

Penalidade

O crime de operar rádio pirata está previsto no Artigo 183 da Lei 9.472/97 e a pena pode chegar a quatro anos de detenção, aumentada na metade se houver dano à terceiro, além de multa.



Fonte Agência Brasil

Compartilhe agora