Dólar sobe pela quinta vez seguida e fecha a R$ 5,08

Covid-19: Queiroga defende inclusão de vacina em planos de saúde
julho 5, 2021
Campanha alerta para importância da testagem para hepatites virais
julho 6, 2021


Em um dia de feriado nos Estados Unidos, o dólar subiu pela quinta vez seguida e aproximou-se de R$ 5,10, em uma sessão com negócios reduzidos. A bolsa de valores caiu 0,55%, devolvendo parte da alta da sexta-feira (2).

O dólar comercial encerrou esta segunda-feira (5) vendido a R$ 5,088, com alta de R$ 0,034 (0,68%). Nos primeiros minutos de negociação, a cotação chegou a operar em estabilidade, mas começou a subir ainda durante a manhã.

Na quinta sessão seguida de alta, a divisa acumula valorização de 2,3% em julho, depois de ter caído 4,82% no mês anterior. O dólar fechou no nível mais alto desde 11 de junho, quando estava em R$ 5,123.

No mercado de ações, o dia também foi marcado pela tensão. O índice Ibovespa fechou aos 126.920 pontos, com recuo de 0,55%. No pior momento do dia, por volta das 11h40, o indicador chegou a cair 0,85%.

Nesta segunda-feira, o mercado norte-americano não funcionou por causa do feriado do Dia da Independência dos Estados Unidos, comemorado ontem (4), mas estendido para hoje. Sem o referencial externo, as negociações foram influenciadas pelas tensões políticas no Brasil e, no caso da bolsa de valores, pela realização de lucros (venda de papéis para embolsar ganhos recentes) após a alta de 1,56% na sexta-feira.

* Com informações da Reuters



Fonte Agência Brasil

Compartilhe agora