Dólar sobe 0,6% e fecha a R$ 5,11 com ajuste no exterior

MPF pede volta das aulas presenciais na rede federal de ensino do Rio
julho 16, 2021
Seleção masculina goleia em último teste antes da Olimpíada
julho 16, 2021


Num dia de ajustes no exterior, o dólar subiu e voltou a fechar acima de R$ 5,10. A bolsa de valores caiu depois de três dias seguidos de alta, num movimento de realização de lucros, quando investidores vendem ações para embolsarem ganhos recentes.

O dólar comercial encerrou esta quinta-feira (15) vendido a R$ 5,115, com alta de R$ 0,031 (+0,6%). A cotação iniciou o dia em queda, chegando a cair para R$ 5,06 na primeira hora de negociação, mas reverteu o movimento após a abertura do mercado norte-americano.

A moeda norte-americana acumula alta de 2,86% em julho. Em 2021, a divisa registra recuo de 1,43%.

No mercado de ações, o dia também foi marcado por ajustes. O índice Ibovespa, da B3, fechou aos 127.468 pontos, com queda 0,73%. Pela manhã, o indicador alternou altas e baixas, mas firmou a tendência de queda perto das 12h. Apesar da queda de hoje, o índice acumula ganhos de 1,73% na semana.

A divulgação de que os pedidos de seguro-desemprego nos Estados Unidos caíram na última semana moderou as expectativas no mercado internacional. Isso ocorre depois da euforia no mercado global que ontem (14) fez o dólar ter a maior queda diária desde março.

Em pronunciamento ontem no Congresso dos Estados Unidos, o presidente do Federal Reserve (Fed, Banco Central norte-americano), Jerome Powell, afirmou que a recuperação do país, a maior economia do planeta, está num ritmo moderado. No entanto, o bom desempenho do mercado de trabalho aumenta as chances de que os estímulos concedidos durante a pandemia de covid-19 sejam retirados antes do previsto.

A expectativa de juros mais altos nos Estados Unidos desestimula o ingresso de capitais em países emergentes, como o Brasil, pressionando para cima a cotação do dólar. Na bolsa de valores, além do ambiente externo, o movimento de realização de lucros contribuiu para a queda do Ibovespa. Depois de o indicador aproximar-se dos 130 mil pontos, parte dos investidores passou a vender papéis para receber os lucros dos últimos dias.

* Com informações da Reuters



Fonte Agência Brasil

Compartilhe agora