Convidados, Catar e Austrália desistem da Copa América deste ano

PEC emergencial cria cláusula de calamidade para pagar auxílio em 2021
fevereiro 23, 2021
Justiça pede esclarecimentos sobre apps de desconto em combustível
fevereiro 23, 2021


As federações de Catar e Austrália anunciaram nesta terça-feira (23) que as respectivas seleções não disputarão a edição deste ano da Copa América, que será realizada entre os dias 11 de junho e 10 de julho na Colômbia e na Argentina. Em notas oficiais, as entidades justificaram a decisão pela Confederação Asiática de Futebol (AFC, sigla em inglês) adiar jogos das eliminatórias conjuntas para a Copa do Mundo de 2022 e para a Copa da Ásia de 2023 por causa da pandemia do novo coronavírus (covid-19).

A AFC comunicou na última sexta-feira (19) que transferiu a rodada de 25 e 30 de março, válidas pelas eliminatórias, para o período de 31 de maio a 15 de junho, que engloba justamente o início da Copa América. Segundo nota da confederação asiática, as restrições para viagens e a quarentena obrigatória em alguns países, em razão da pandemia, levaram ao adiamento dos jogos.

“Em nome da comunidade futebolística australiana, agradeço à Conmebol [Confederação Sul-Americana de Futebol] pelo convite e o contínuo diálogo ao longo do último ano. Participar de uma competição tão prestigiada e vivenciar a cultura de futebol da América do Sul seria incrível para nossos jogadores, comissão técnica e torcedores”, afirmou o chefe executivo da federação da Austrália, James Johnsson, em nota divulgada no site oficial da entidade.

Seria a primeira participação australiana na história da Copa América. Já o Catar esteve presente na edição de 2019, no Brasil, onde empatou com o Paraguai (2 a 2) no Maracanã e foi superado pela Colômbia (1 a 0) no Morumbi e pela Argentina (2 a 0) na Arena do Grêmio, caindo na primeira fase.

A edição deste ano da competição reuniria 12 seleções, sendo as dez filiadas à Conmebol e as duas nações convidadas. O Catar estava no Grupo B, com sede na Colômbia, o mesmo do Brasil, e enfrentaria a equipe de Tite na terceira rodada, em Barranquilla. A Austrália constava no Grupo A, que será disputado na Argentina. A confederação sul-americana ainda não se pronunciou sobre a desistência dos países da AFC.





Fonte Agência Brasil

Compartilhe agora