Clayton Fernandes: Campeão no esporte e na vida

Ele é Hexacampeão Mundial, Tricampeão Brasileiro, Tricampeão Panamericano, Campeão do Grand Sland Abu Dhabi, já lutou em Las Vegas, Buenos Aires com o Jiu-jitsu e três vezes foi ao Japão levar a nossa Capoeira, além disso realiza um trabalho voluntário voltado a crianças carentes e com deficiência intelectual incentivando-as no caminho do esporte – principalmente das Artes Marciais.
Claro que estamos falando de Clayton Fernandes, com 45 anos recém completados no último domingo (24), ele é um dos principais destaques do esporte pirassununguense e um incentivador ferrenho da prática esportiva bem orientada como transformador de vidas.
Nascido na ‘Cidade Simpatia’, formado em Educação Física, começou no esporte aos 9 anos, quando começou a treinar Bicicross na equipe PBC (Pirassununga Bicicross Clube), onde conquistou os seguintes títulos: Campeão Brasileiro, Campeão Paulista, Campeão da Copa Dan`Up, Campeão Mineiro
, Copa Campeão dos Campeões e Campeão Nacional
Em 1991, conheceu a Capoeira no campus da USP em Pirassununga com o prof. Marmitão e, desde então, vem
expandindo conhecimentos com projeto nas escolas e academias. No Brasil, difundiu  a “Capoeira Nativa” fundada em 1996, para mais de 70 cidades.
Em 1998, formou-se  professor pela Associação Brasileira de Capoeira (ABRACAP). Em 2001, levou a Capoeira para o Japão, em Hiroshima, onde possui uma filial da sua academia, a Nativa. Lá, teve  a oportunidade de dar aula para os Marines (Forças Armadas dos USA). Em 2004, levou a Capoeira para São Diego, na Califórnia, com professor Cristiano.
No Brasil, difundiu  a “Capoeira Nativa” fundada em 1996, para mais de 70 cidades.
Em 2006, ainda treinando Capoeira, começou também os treinos de jiu- jitsu – é uma arte marcial japonesa que utiliza uma série de diferentes técnicas e golpes corporais com o objetivo de derrotar ou imobilizar o oponente – até 2010. Teve que interromper os treinos por 5 anos e voltou em 2015 com o propósito de alcançar títulos importantes. Com 6 meses de treino árduo conquistou o título de Campeão Mundial 2015 em sua categoria, e logo vieram outros títulos: Hexacampeão Mundial, Tricampeão Brasileiro, Tricampeão Panamericanoe Campeão do Grand Sland Abu Dhabi.
Clayton Fernandes é um competidor de alto nível e professor de artes marciais, que busca sempre apoio para ajudar outros atletas.
 Além da sua academia, atua com projetos sociais na cidade de Pirassununga, com aulas de Capoeira, Jiu-jitsu. Na Zona Norte desenvolve o Projeto “Lutando pela Vida” juntamente com o prof.Rudy Boldrini, que atende cerca de 70 crianças e adolescentes, com aulas gratuitas no Centro Comunitário do Jardim Redentor. Ele também realiza palestras nas escolas, durante as aulas de Educação Física, dando aulas de Defesa Pessoal contando sua trajetória de sucesso para inspirar as crianças e demonstrar que é possível chegar longe no esporte. Antes da pandemia, atendia cerca de 60 crianças no Centro Comunitário da Vila Santa Fé sem qualquer auxílio do poder público. “O projeto infelizmente acabou e ainda não foi retomado. Também atendia gratuitamente alunos com transtornos e deficiência intelectual na minha academia, isso também está parado desde as férias. No entanto, continuo acreditando no esporte como transformador de vidas e, independente dos obstáculos, continuarei lutando por esses projetos”, lamenta o Campeão. Um campeão no esporte e na vida, sempre consegue!
Para acompanhar o trabalho de Clayton Fernandes siga seu perfil no Instagram: @claytinho_bjj