Pirassununga  participa do “Dia D” de combate à Dengue

Na próxima sexta-feira (1º), será realizado o “Dia D” de Mobilização Estadual de Combate à Dengue. A iniciativa inclui atividades nas unidades de saúde e escolas, orientação à população e fortalecimento das ações de combate à doença nas residências.

Escolas mobilizadas
Para a ação, foi disponibilizado para a Secretaria Municipal e Diretoria de Ensino, conteúdos informativos sobre as arboviroses, sobretudo a dengue, com base nas faixas etárias de cada etapa de ensino, desde o primeiro ano do Fundamental até o Ensino Médio.

O material propõe debates em sala de aula sobre medidas preventivas e importância da eliminação de criadouros do mosquito Aedes aegypti, além de organização de campanhas de limpeza regulares dentro da escola, com foco na remoção de recipientes que acumulam água, como pneus velhos, garrafas plásticas, latas e vasos de plantas.

Ações casa a casa
Dando continuidade às atividades já realizadas, a equipe de controle de vetores junto com as unidades de saúde intensificará a orientação à população e reforçará as ações de combate ao mosquito nas residências.
Já no sábado (2) continua o mutirão contra a dengue. Desta vez as ações serão nos bairros Vila Steola e Vila Guilhermina (confira mapa abaixo) visando combater focos de reprodução do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya.

O trabalho será das 7h às 13h e contará com um caminhão para a coleta de materiais que foram descartados em locais inapropriados e podem servir como criadouros do mosquito Aedes aegypti. No sábado, os moradores destes bairros visitados poderão descartar seus materiais.
É fundamental que os moradores liberem a entrada dos agentes de endemias (que estarão uniformizados) em suas residências além dos Agentes Comunitários de Saúde para vistoriar eventuais focos do mosquito e receber as orientações dos profissionais enfermeiros e técnicos de enfermagem sobre sinais e sintomas da doença.

Confira abaixo o mapa com as ruas que serão atendidas no dia 02/03.

Fique atento aos sintomas

É importante ficar atento aos sinais e sintomas da dengue e procurar a unidade de saúde mais próxima da residência se houver suspeita da doença. Normalmente, a primeira manifestação da dengue é a febre alta, de início abrupto, que geralmente dura de dois a sete dias, acompanhada de dor de cabeça, dores no corpo e nas articulações, além de prostração, fraqueza, dor atrás dos olhos e manchas vermelhas na pele.
A forma grave da doença inclui dor abdominal intensa e contínua, náuseas, vômitos persistentes e sangramento de mucosas. Em caso de piora no quadro, o paciente deve voltar a procurar um médico. A Secretaria de Saúde orienta a população que, em caso de suspeita da doença, é importante aumentar a hidratação e evitar a automedicação. Medicamentos como Aspirina, AAS e Ibuprofeno não devem ser usados por pacientes que estão com suspeita de dengue ou que foram diagnosticados com a doença. (IOM)


É expressamente proibida a reprodução parcial ou integral de qualquer artigo ou matéria sem a devida autorização por escrito do Agora Região. Em caso de descumprimento todas as medidas judiciais cabíveis serão tomadas.

®


 

® Proibida a Reprodução sem a devida autorização!!!