Legislativo homenageia 9 atletas no “Dia do Esportista”

Olho: Foi o primeiro ato solene que reconhece os atletas do ano após aprovação da lei de autoria do vereador Wellington Cintra

Comprometimento, sacrifício, resiliência… Disciplina, trabalho em equipe e a busca incessante pela excelência. No início da noite da última segunda-feira (19), quando foi comemorado o Dia do Esportista, essas palavras ecoaram pelo prédio da Câmara durante a realização do primeiro ato solene de entrega do diploma “Atleta do Ano”.
A data não poderia ter sido melhor escolhida. Em 19 de fevereiro, Sócrates completaria 70 anos de vida e Marta, grande futebolista, considerada seis vezes a melhor jogadora do mundo, que completou 38 anos de idade.
Criada no ano passado, através do decreto legislativo nº 379, de autoria do vereador Wellington Cintra, a solenidade passa a homenagear, todos os anos, atletas profissionais e amadores da cidade que se destacaram em suas respectivas modalidades ou prestaram relevantes serviços na área em prol da população. A escolha dos nomes se dá por indicação dos vereadores.
Nesta primeira edição, nove esportistas receberam a honraria: Clayton Fernandes (Artes Marciais), Gustavo Verona Carvalho (Natação e Triathlon), Helmiro Veríssimo Lopes (Karatê), Igor Virgolino Godoy de Paula (Jiu-Jitsu e Muay Thai), Mauricio José Dametto (Corrida), Maurilio Cesário (Judô e Jiu-Jitsu), Pietra Musetti Alexandre (Ginástica Artística e Rítmica), Renan Junio Cuel (Ginástica Artística) e Soraya Cristina da Silva Bley Marsiglio (Vôlei Adaptado).
“Esses atletas não apenas se destacaram em suas respectivas disciplinas como tornaram-se faróis de inspiração. Suas jornadas são lembretes poderosos de que, com determinação e paixão, podemos superar desafios e alcançar feitos extraordinários”, lembrou o vereador Wellington, em discurso de homenagem.
O Agora esteve presente na solenidade e conversou com alguns dos homenageados.
“Me senti muito honrado, para nós que temos essa trajetória no esporte e sempre bom poder estar junto com outros atletas com histórias semelhantes. É importante plantar sementes nesse sentido e continuar na busca da valorização do esporte”, disse Gustavo Carvalho.
Veríssimo, ressaltou a história de 46 anos no esporte que já formou campeões municipais, estaduais, brasileiros, sul-americanos, pan-americanos e até mundiais.
Clayton Fernandes, atleta desde 1988, ressaltou a importância do ato na valorização do esporte.
“Estive fora do Brasil recentemente e vi a importância do esporte e como as pessoas valorizam os atletas lá fora. Falta muito para chegarmos no mesmo nível. Por isso, essa lei e esse reconhecimento é de extrema importância porque dá visibilidade e valor ao esporte e aos atletas”, ressalta Clayton.

Por Diego Destéfano
(Com informações da Assessoria da Câmara)


É expressamente proibida a reprodução parcial ou integral de qualquer artigo ou matéria sem a devida autorização por escrito do Agora Região. Em caso de descumprimento todas as medidas judiciais cabíveis serão tomadas.

®


 

® Proibida a Reprodução sem a devida autorização!!!