Cães em situação de maus tratos são resgatados de imóvel na Vila Belmiro

Animais estão recebendo cuidados veterinários

Animais estão recebendo cuidados veterinários

Na manhã do domingo (11), a Guarda Civil Municipal apoiou a ONG SOS Animal, entidade que administra o Abrigo Municipal de Pirassununga, no resgate de dois cães em situação de maus tratos em uma residencia na Vila Belmiro.
Por volta das 10h47, os GCMs Alves e Oliveira foram acionados pelo médico veterinário Dr. Gustavo Martinelli Diniz para averiguar a denúncia.
Pelo local, os GCMs juntamente com o médico veterinário constaram um cão, macho, da raça Pit Bull e uma fêmea, sem raça definida (SRD) abandonados em um imóvel.
Os animais estavam em estado grave de desnutrição, sem alimentação e água e em local insalubre.
Segundo informações de vizinhos, o imóvel estava abandonado há algum tempo e um homem ia, às vezes, ao local. Também relataram que o ex-morador era conhecido e tinha parentes no bairro, mas não souberam informar seu atual endereço.
Os animais foram recolhidos pelo Abrigo Municipal e estão recebendo cuidados veterinários.
Após a repercussão da notícia, uma mulher procurou a GCM identificando-se como tutora dos cães.
Um boletim de ocorrência foi registrado e a Polícia Civil está investigando o caso de abandono e maus tratos.
Maus tratos a animais é crime previsto pelo artigo 32 da Lei 9.605, com alteração da Lei 14.064/2020, prevendo pena de reclusão de dois a cinco anos, multa e proibição da guarda. Em caso de morte do animal, a pena pode ser aumentada em até um terço.

Adoção

Segundo informações da SOS Animal, os animais resgatados estão se recuperando bem e após a reabilitação, castração, vacinação e microchipqgem serão destinados para adoção.
Interessados em adotá-los poderão entrar em contato pelo WhatsApp da SOS Animal para melhores informações: (19) 99886-2425.

  • Animais estão recebendo cuidados veterinários
  • Os cães estavam em estado grave de desnutrição, sem alimentação e água e em local insalubre
  • O resgate aconteceu após denúncia feita ao Abrigo Municipal